Minerva espera melhora das margens em 2012
Sex, 13 de Abril de 2012 00:00

fornecedores_minervaEmpresa pode se beneficiar da perspectiva de aumento da oferta de gado para abate.

A indústria de alimentos Minerva prevê uma melhora das margens em 2012, diante da perspectiva de aumento da oferta de gado para abate, que tende a reduzir os custos de produção da companhia, e da manutenção dos bons preços registrados tanto no mercado interno como externo, disse o presidente da companhia.

"O preço não perdeu força, e a parte do fornecimento está mais equilibrada, com o aumento previsto na oferta. Então significa que se vê uma tendência de ampliação de margens", disse à Reuters Fernando Galletti Queiroz, presidente do Minerva.

O executivo observou que a companhia concluiu o ciclo de investimentos em novas fábricas e centros de distribuição dos últimos anos, cujos benefícios começam a ser colhidos justamente no momento em que se prevê aumento da oferta de animais para abate e consequente redução do valor da arroba do boi.

Segundo ele, a evolução do estoque de bezerros e de vacas na pecuária brasileira deve permitir uma redução entre 5 a 7 por cento no preço médio da arroba no ano, considerando os preços futuros apontados pela BM&FBovespa.

"Temos a situação em que o mercado já prevê maior oferta. Nós acreditamos que é o ponto de inflexão no ciclo (da pecuária), e o Minerva concluiu seus investimentos nesta época. Isso é importante para nós", disse o executivo, referindo-se à melhora em sua estrutura diante da perspectiva de manutenção da firme demanda interna e dos países emergentes.

A empresa, uma das líderes do setor de carne bovina da América do Sul, conta atualmente com 10 fábricas e 11 centros de distribuição (dois destes inaugurados no ano passado), distribuídos em seis Estados, além de unidades no Paraguai e Uruguai.

O executivo ressaltou que esta melhora da oferta no Brasil ocorre em um momento favorável. "Isto aí nos dá a tranquilidade de que nós teremos um ano bastante especial", afirmou.

Em 2011, o lucro líquido da companhia dobrou, totalizando 41,7 milhões de reais, frente aos 20,8 milhões de reais registrados no ano anterior, puxado especialmente pelo forte desempenho do mercado interno e, em menor escala, pelas vendas externas. A receita no período atingiu o recorde de 4,257 bilhões de reais, versus 3,57 bilhões de reais registrados no ano anterior.

"O mercado interno continua pujante, continua um mercado muito favorável. A demanda no Brasil está bastante forte, mas tem também a parte dos mercados emergentes fora do Brasil... também muito positivos. Estes mercados também estão tendo um crescimento grande", afirmou.

Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/empresas/industria/noticias/minerva-espera-melhora-das-margens-em-2012.

 

 

 
Artigos Relacionados